Coronavírus: EUA indica que impedirá entrada de brasileiros

O presidente dos EUA, Donald Trump (Foto: Alex Wong/Getty Images)

Os Estados Unidos indicam restrições à entrada de brasileiros em função do coronavírus. Os dois países concentram o maior número de casos confirmados de Covid-19 no mundo, e a OMS (Organização Mundial da Saúde) classificou a América do Sul, liderada pelo Brasil, como novo epicentro da pandemia.

“Esperamos que seja temporária, mas, devido à situação no Brasil, tomaremos todas as medidas necessárias para proteger o povo americano”, disse o consultor de segurança nacional da Casa Branca, Robert O'Brien, em entrevista à CBS. Ele também falou que as restrições a outros países do hemisfério sul serão analisadas caso a caso.

Leia também

Na última terça-feira (19), o presidente Donald Trump afirmou considerar a hipótese de proibir a entrada de viajantes do Brasil. Anteriormente, em 28 de abril, ele sugeriu as restrições ao dizer que acompanhava “de perto” o que chamou de “surto sério” de coronavírus no país sul-americano.

“Não quero que as pessoas venham aqui e infectem o nosso povo. Também não quero pessoas doentes lá. Estamos ajudando o Brasil com respiradores. O Brasil está com alguns problemas, sem dúvida”, avaliou Trump.

Segundo balanço divulgado pelo Ministério da Saúde, o Brasil registra 22.013 mortos e 347.398 casos confirmados de Covid-19 até o último sábado. Os EUA contabilizam 96.002 óbitos e 1.595.885 infectados.