EUA inspecionarão auditorias de Alibaba, JD.com e outras empresas chinesas

Por Julie Zhu

HONG KONG (Reuters) - Reguladores norte-americanos selecionaram as empresas de comércio eletrônico Alibaba e JD.com entre companhias chinesas listadas nos Estados Unidos para inspeção de auditoria a partir do próximo mês, disseram pessoas com conhecimento do assunto.

As empresas de tecnologia, juntamente com a Yum China - dona dos restaurantes KFC, Taco Bell e Pizza Hut na China - foram notificadas de que estão no primeiro lote de inspeção de auditorias em Hong Kong pelo órgão fiscalizador de auditoria dos EUA, o Conselho de Supervisão Contábil de Empresa Aberta (PCAOB), disseram as fontes à Reuters.

As respectivas firmas de contabilidade da Alibaba, JD.com e Yum China - PwC, Deloitte e KPMG - também foram notificadas da inspeção, acrescentaram as pessoas.

Alibaba, JD.com, Yum China e a Comissão Reguladora de Valores Mobiliários da China não responderam aos pedidos de comentários.

Porta-vozes da PwC e da Deloitte disseram que é política das empresas não comentar assuntos de clientes. A KPMG se recusou a comentar o assunto.

Um porta-voz do PCAOB disse que o conselho não comentou as inspeções.

O PCAOB disse na sexta-feira que notificou as empresas selecionadas, sem nomeá-las, e que espera que seus funcionários desembarquem em Hong Kong, onde as inspeções ocorrerão, até meados de setembro.

O regulador, que supervisiona as auditorias de empresas listadas nos EUA, disse que seleciona empresas com base em fatores de risco, como tamanho e setor, e que nenhuma empresa pode esperar tratamento especial.

(Reportagem adicional de Katanga Johnson)