EUA oferece US$ 5 mi por líder talibã paquistanês

Um ativista da sociedade civil segura um cartaz com a imagem do líder do talibã paquistanês Maulana Fazlullah

O departamento americano de Estado anunciou nesta quinta-feira uma recompensa de cinco milhões de dólares por informações sobre um líder talibã ligado a ataques no Paquistão e a uma tentativa de atentado em 2010 contra a Times Square, em Nova York.

O departamento pagará a recompensa por informações que levem à captura de Maulana Fazlullah, líder do grupo Tehreek-e-Taliban Pakistan (TTP).

O governo americano oferece ainda 3 milhões de dólares por outros dois militantes associados ao TTP: Abdul Wali, líder do Jamaat ul Ahrar, e Mangal Bagh, chefe do Lashkar e Islam.

O departamento de Estado destaca que o TTP tem "demonstrado uma colaboração estreita com a Al-Qaeda", e que os três representam uma ameaça à segurança dos Estados Unidos.

Segundo funcionários americanos, o TTP entregou explosivos para Faisal Shahzad, que realizou o fracassado atentado contra a Times Square em maio de 2010.

O grupo também está envolvido no massacre de mais de 150 pessoas em uma escola de Peshawar, no norte do Paquistão, entre outras ações terroristas.