EUA oferecem até US$10 milhões por informações sobre hackers estrangeiros

·1 minuto de leitura

WASHINGTON (Reuters) - Os Estados Unidos ofereceram nesta quinta-feira até 10 milhões de dólares por informações que podem identificar ou localizar hackers que estejam trabalhando sob o comando de um governo estrangeiro com o objetivo de atingir a infraestrutura crítica norte-americana.

O Departamento de Estado dos EUA disse em comunicado que "certas operações cibernéticas maliciosas que visam a infraestrutura crítica dos EUA podem violar a CFAA (Lei de Fraude e Abuso de Computadores)" e que "criou um canal de denúncias na Dark Web (baseado em Tor) para proteger a segurança de fontes potenciais".

(Por Susan Heavey)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos