EUA podem atualizar definição de vacinação completa contra Covid, diz chefe do CDC

·1 min de leitura
Edifício do CDC em Atlanta

WASHINGTON (Reuters) - Autoridades de saúde dos Estados Unidos exortaram, nesta sexta-feira, os norte-americanos elegíveis a receberem a dose de reforço das vacinas contra a Covid-19, e a chefe do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA (CDC) disse que o órgão pode atualizar sua definição do que constitui a vacinação completa.

Atualmente, as pessoas nos Estados Unidos são consideradas totalmente vacinadas se tiverem tomado duas doses das vacinas Pfizer/BioNTech ou Moderna, ou uma dose da vacina da Johnson & Johnson.

"Ainda não mudamos a definição de 'totalmente vacinados' Continuaremos analisando isso. Talvez precisemos atualizar nossa definição de 'totalmente vacinados' no futuro", disse a diretora do CDC, Rochelle Walensky, a repórteres.

"Se você for elegível para um reforço, vá em frente e obtenha seu reforço e nós continuaremos a avançar", acrescentou.

(Reportagem de Jeff Mason, Michael Ermann, Ahmed Aboulenein e Doina Chiacu)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos