EUA: retorno do protecionismo preocupa vice-presidente do Fed

O vice-presidente do Fed, Stanley Fischer

O vice-presidente do Federal Reserve dos Estados Unidos, Stanley Fischer, disse nesta terça-feira que se preocupa com o retorno do protecionismo à economia mundial.

Em uma entrevista à rede CNBC, ele declarou que as políticas econômicas posteriores à Segunda Guerra Mundial foram benéficas para a economia global e especialmente para o desenvolvimento da China, mas também para os Estados Unidos, que passaram a comprar mercadorias que antes não tinha acesso.

"Me preocuparia se esse modelo básico fosse revertido", disse. "Normalmente, a forma de crescer foi integrar a economia mundial e isso funcionou espetacularmente para a China", disse.

O presidente americano, Donald Trump, é a favor de proteger a produção de seu país para reduzir o déficit comercial e ameaçou com a imposição de tarifas a importações da China e do México.