EUA: São Francisco decreta estado de emergência para frear mortes por overdose

·2 min de leitura

A prefeita da cidade americana de São Francisco declarou estado de emergência nesta sexta-feira (17) em um bairro do centro que assiste a um preocupante aumento de mortes por overdose desde o ano passado, principalmente ligadas ao fentanil, um opiáceo sintético que está causando estragos nos Estados Unidos.

O bairro de Tenderloin, próximo à Union Square e a outros pontos turísticos de São Francisco, se tornou um ponto crítico para o uso de opiáceos, resultando em mortes diárias. Em média, "perdemos mais de duas pessoas por dia por overdose, principalmente de fentanil", declarou o vereador Matt Haney. “É uma crise de saúde pública, que exige uma resposta urgente à altura em termos de coordenação e determinação”, acrescentou.

O número de overdoses em São Francisco explodiu desde meados da década de 2010 com a chegada na cidade do fentanil, um opiáceo sintético altamente potente, muito mais forte do que a heroína e a morfina.

Um recorde foi alcançado no ano passado com 711 mortes, e o número de vítimas não deve ficar longe desse número novamente em 2021, de acordo com projeções do jornal San Francisco Chronicle.

A proclamação do estado de emergência, assinada nesta sexta-feira pela prefeita London Breed permite que as autoridades locais abram rapidamente alojamentos e centros de atendimento psicológico, em desacordo com as regras de planejamento urbano ou os contratos públicos usuais. A medida é inspirada na ação implementada em São Francisco desde fevereiro de 2020 para conter a epidemia de Covid-19.

(Com informações da AFP)


Leia mais

Leia também:
Epidemia de opiáceos nos Estados Unidos vira motivo de guerra contra a China
Traficantes de drogas no México aliciam jovens por meio de videogames e redes sociais
Por que a pena de morte não acabou com o tráfico de drogas no Sudeste Asiático

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos