EUA sanciona funcionários da Nicarágua próximos ao presidente Ortega

A detenção de quatro opositores nicaraguenses a cinco meses das eleições presidenciais repercutiram em todo o mundo e, nesta quarta-feira, os Estados Unidos tomaram medidas. Quatro funcionários próximos do presidente, Daniel Ortega, incluindo a filha do político, foram sancionados economicamente.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos