EUA suspendem tarifas sobre aço ucraniano por um ano

Imagem de satélite divulgada em 6 de maio de 2022 pela Planet Labs PBC mostra a siderúrgica Azovstal em Mariupol, no Mar de Azov, em 4 de maio (AFP/-) (-)

Os Estados Unidos decidiram suspender as tarifas sobre o aço da Ucrânia por um ano para auxiliar as exportações do país invadido pela Rússia, anunciou o Departamento de Comércio.

"A indústria siderúrgica ucraniana é particularmente importante para a economia do país. Emprega um a cada 13 ucranianos, com postos bem remunerados", destacou a pasta em nota.

"Algumas das maiores comunidades siderúrgicas da Ucrânia estão entre as mais afetadas pela barbárie de (Vladimir) Putin, e a planta siderúrgica de Mariupol se tornou um símbolo da determinação da Ucrânia em resistir à agressão da Rússia", acrescentou.

O Departamento de Comércio destaca que muitas siderúrgicas na Ucrânia "continuaram pagando, alimentando e refugiando seus funcionários durante os combates".

Algumas fábricas ucranianas retomaram sua produção e é essencial apoiar as exportações para manter uma das indústrias mais importantes do país, considera o governo americano.

"Não podemos apenas nos contentar em admirar a coragem e o espírito do povo ucraniano. (...) Devemos respaldá-lo e apoiar uma das indústrias mais importantes para o bem-estar econômico" do país, declarou a secretária de Comércio Gina Raimondo, citada na nota.

Dois meses depois do início da guerra na Ucrânia, as forças russas continuavam nesta segunda-feira sua ofensiva mortal no leste e sul do país.

Em Mariupol, porto do sudeste da Ucrânia praticamente sob controle russo, os militares ucranianos resistem na imensa siderúrgica Azovstal e descartam uma rendição.

Dt/jul/eb/mr/yow/jc/mvv

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos