“Euphoria”: como a série da HBO mudou a make nas redes sociais

·3 min de leitura
Foto: Reprodução/Instagram @barbieferreira e @donni.davy
“Euphoria”: como a série da HBO mudou a make nas redes sociais (Foto: Reprodução/Instagram @barbieferreira e @donni.davy)

“Euphoria” voltou para a segunda temporada no canal pago HBO depois de quase dois anos em hiato por conta da pandemia. A série, estrelada por Zendaya, mostra as relações de um grupo de adolescentes de uma pequena cidade do interior dos EUA. Vício em drogas, sexualidade e relacionamentos abusivos estão entre os assuntos retratados na obra, que virou febre nas redes sociais.

Porém, mais do que as histórias e o romance de Rue (Zendaya) e Jules (Hunter Schafer), “Euphoria” também ficou bastante conhecida por sua estética e, principalmente, maquiagens. Assinada por Doniella Davy, o visual dos personagens junta elementos como brilho, cores e formas gráficas que ficam ótimos na TV – e no Instagram.

“A série trouxe maquiagens mais desconstruídas, com propostas mais foras do comum. Mostra essa tendência de uma beleza sem regras, fora dos padrões”, fala Juliana Rakoza, maquiadora e diretora da escola de beleza Beauty4Share, de São Paulo (SP). “Eles levaram muito em consideração o que estava bombando na internet. Um visual indie, mais excêntrico, em que a maquiagem é uma forma de se expressar”.

O sucesso das makes de Jules e Maddy (Alexie Demie) foi tanto que o nome da obra virou um estado de espírito: “Estou muito ‘Euphoria’”. Por conta da popularidade, a maquiadora Doniella Davy, que criou uma linha de adesivos faciais, botou sob o holofote uma série de tendências e mudou a forma que nos maquiamos.

Veja alguns elementos que estamos usando por conta de “Euphoria”:

Glitter para todo lado

Além da iluminação bissexual (que mistura o rosa e o azul), o gliter é um dos elementos que mais nos remete à “Euphoria”. Ele está até mesmo na maquiagem do pôster de divulgação da série. Mesmo personagens que não aparecem tão maquiadas, como Rue, acabam usando o elemento como uma ferramenta dramática.

Porém, diferente de como usávamos antes, o glitter não aparece bem controlado, em formas bem certinhas. As partículas de brilhos são espalhadas de maneira orgânica pela pálpebra e, até mesmo, na parte debaixo dos olhos, como lágrimas, além de enfeitar a sobrancelha em alguns momentos. Uma forma mais despretensiosa e divertida de usar o glitter.

Strass e cristais na make casual

“O strass no rosto já estava sendo usado na internet, principalmente no Instagram. Mas não estava tão forte”, comenta Juliana Rakoza. A série foi responsável pela explosão do uso de pontos de luz e cristais. Antes, esses acessórios ficavam restritos a fantasias de Carnaval, por exemplo. “Euphoria” os trouxe para a make casual como uma festa ou um encontro de amigas.

Na obra, Doniella cria delineados e emoldura os olhos. Na vida real, os adeptos começaram a usar cristais como pontos de luz no canto dos olhos, no lugar do iluminador para abrir o olhar, ou como um detalhe na pálpebra de baixo, como uma gota de lágrima.

Cor, muita cor – principalmente as pastéis!

Quem tinha medo de usar cor por achar que ficaria parecendo um palhaço, pôde se inspirar nos visuais de “Euphoria” para brincar com as tonalidades. Na primeira temporada, Doniella criou maquiagens em cores vibrantes como o amarelo e o rosa neon.

Em alguns momentos, brincava com o contraste, como o lilás e o vermelho. Tudo isso de uma forma elegante que fugia do caricatural.

Formas gráficas na make

Para quem acompanha as semanas de moda, formas geográficas no rosto não são uma novidade. “Já vinha das passarelas, mas, como essa série é muito visual, eles usaram esses elementos gráficos de uma forma mais jovem, descontraída.

Menos perfeita do que víamos nas semanas de moda”, diz Juliana Rakoza. Quem é que não lembra das nuvens nos olhos de Jules? Uma maquiagem bem “euphórica”.

Aplicações de papéis laminados

Segundo Juliana Rakoza, a maior inovação que “Euphoria” trouxe foi difundir a aplicação de papéis laminados no rosto como parte da maquiagem. “Esses plásticos, elementos grudados no rosto, é uma técnica muito usada em maquiagem artística e a série trouxe esse visual, super nichado, para o mainstream”, fala a especialista.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos