Eurocopa: Itália coloca favoritismo à prova por vaga nas quartas, e xodó Dinamarca tenta classificação

·3 minuto de leitura

Mesmo que a França — pelo status de campeã do mundo e pelo elenco farto de estrelas — tenha iniciado esta Eurocopa como a principal candidata ao título, outras seleções, todas vivas nas oitavas de final, tomaram para si parte do favoritismo: da tão celebrada geração belga ao interessante time de Portugal turbinado por Cristiano Ronaldo. Mas uma força emergente, lembrada apenas pelos mais atenciosos, furou esta fila e começará o mata-mata hoje sob grande expectativa: a Itália, que encara a Áustria às 16h (SporTV transmite).

Qualquer descrença a longo prazo alimentada em relação à Itália é compreensível em vista do retrospecto recente da seleção. Mas um dado divulgado ontem pelo jornal local “Gazzetta dello Sport”, a partir de uma pesquisa do instituto YouGov, reflete a mudança da maré: 53% dos italianos acreditam em título na Euro.

A confiança é respaldada pelos números, que já registram 30 partidas de invencibilidade, sendo as últimas dez sem sofrer gol.

Numa Eurocopa que já recompensou a solidez coletiva da Suécia em detrimento do brilho do craque polonês Lewandowski, a Itália pode festejar a homogeneidade de seu elenco, com alternância de brilho entre Immobile, Berardi, Locatelli.

País de Gales x Dinamarca

No outro confronto da tarde, às 13h, o País de Gales pega a Dinamarca, em evolução após o incidente com Eriksen. A grande esperança do País de Gales de avançar de fase é Gareth Bale e Ramsey. O país se classificou em segundo lugar do Grupo A e não deve contar com o zagueiro Ethan Ampadu expulso contra a Itália.

O técnico Robert Page disse que pretende ir o mais longe possível nesta Eurocopa, elogiou o time da Dinamarca, mas afirmou que sua equipe pode oferecer perigo aos nórdicos.

— Somos todos ambiciosos e queremos ir o mais longe possível, mas não somos ingênuos ao entrar neste jogo. Vimos a Dinamarca jogar em seu jogo mais recente e ficamos impressionados com o que estão fazendo. Também sabemos que, em nossos dias, podemos oferecer a qualquer um um bom jogo — disse Page.

Após um susto na fase de grupos com o acidente de Eriksen, a Dinamarca juntou suas forças para se classificar para as oitavas de final da Euro 2020. Christian Eriksen que já recebeu alta continua sendo a grande baixa do time para o jogo.

Na última sexta-feira, o meio-campista visitou o elenco em treinamento. Foi o primeiro encontro com o grupo, e o goleiro, Kasper Schmeichel se emocionou ao falar do companheiro.

— Acho que o mais importante para nós foi saber que Christian estava bem. Foi bom vê-lo, ele veio ao treinamento quando saiu do hospital e realmente ajudou os meninos a apagar a última imagem que tinham dele — disse o goleiro, que também elogiou Danny Ward, um dos destaques da seleção galesa e colega de clube no Leicester.

— Ele é um goleiro incrível. Tem todas as qualidades para um bom goleiro. Temos uma grande competição e um ótimo relacionamento. Eu não vejo nenhuma fraqueza nele. Ele é um goleiro completo.

Data e horário: 26/06/2021, às 13h (de Brasília) Local: Johan Cruyff Arena, em Amsterdã (HOL)Árbitro: Daniel Siebert (ALE)Assistentes: Jan Seidel (ALE) e Rafael Foltyn (ALE)Transmissão: SporTV

PAÍS DE GALES (Técnico: Robert Page): Ward; Roberts, Mepham, Rodon e Ben Davies; Morrell, Allen, Bale, Ramsey e James; Moore.

DINAMARCA (Técnico: Kasper Hjulmand): Schmeichel; Maehle, Vestergaard, Kjaer, Christensen e Wass; Hojbjerg, Delaney; Poulsen, Damsgaard e Braithwaite.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos