May anuncia que enviará outros 440 soldados à missão da Otan no Afeganistão

Bruxelas, 11 jul (EFE).- A primeira-ministra britânica, Theresa May, anunciou nesta quarta-feira que o Reino Unido enviará outros 440 militares à missão "Apoio Decidido" da Otan no Afeganistão, com a qual a Aliança dá assessoria e formação às forças de segurança afegãs.

"Quando a Otan chama, o Reino Unido responde", indicou May em sua chegada à cúpula de líderes da Aliança que ocorre entre hoje e amanhã em Bruxelas.

A primeira-ministra britânica declarou que seu país "dá exemplo" ao ter cumprido, já com os objetivos aliados de investir 2% do PIB em despesa militar e, desse montante, 20% em equipes de defesa.

Os chefes de Estado e de Governo aliado, junto aos parceiros que participam da missão no Afeganistão, farão amanhã um balanço da mesma e, segundo o secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg, espera-se que alcancem compromissos para garantir o financiamento das tropas afegãs além de 2020.

A violência no Afeganistão se intensificou após o final em 2015 da missão de combate da Otan, que continua no país com cerca de 14 mil soldados em tarefas de assessoria e capacitação.

Os Estados Unidos mantêm cerca de 11,4 mil soldados, como parte dessa operação e em tarefas antiterroristas. EFE