Europa aguarda o veredicto sobre a vacina da AstraZeneca

·1 minuto de leitura
A diretora da Agência Europeia de Medicamentos (EMA), Emer Cooke, durante videoconferência em 16 de março de 2021 em Bruxelas

A Agência Europeia de Medicamentos (EM, na sigla em inglês) anunciará nesta quinta-feira (18) à tarde seu veredicto sobre a vacina contra o coronavírus da AstraZeneca, suspensa em vários países da UE.

A opinião da EMA é muito aguardada porque a União Europeia, com dificuldades na distribuição de vacinas, conta com as milhões de doses do laboratório anglo-sueco.

Sete países europeus, incluindo Alemanha e França, ampliaram no início da semana a lista de quase 15 Estados que suspenderam a aplicação desta vacina após reações como dificuldade de coagulação ou formação de coágulos.

A EMA pode seguir as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS), que na quarta-feira aconselhou a continuidade do uso, sobretudo porque sua diretora, Emer Cook, está "firmemente convencida" de que os benefícios são maiores que os riscos.

Embora não esteja descartada que a EMA anuncie a suspensão da vacina da AstraZeneca na UE, caso os problemas não possam ser resolvidos a agência poderia publicar apenas uma "advertência adicional".

A EMA aprovou em 29 de janeiro a vacina desenvolvida pelo laboratório e a Universidade de Oxford.

Na quarta-feira, a OMS considerou que "no momento, a balança de riscos e benefício está a favor da vacina AstraZeneca" e recomendou o "prosseguimento da vacinação".

bur/ob/ybl/af/lda/fp