Europa e Estados Unidos criticados pela passividade quanto ao Irão

O diretor do Centro para os Direitos Humanos no Irão, sedeado em Nova Iorque, acusa os EUA e a Europa de passividade face aos acontecimentos no Irão