Evan Rachel Wood acusa Marilyn Manson de abuso sexual: 'Estou aqui para expor este homem perigoso'

O Globo
·1 minuto de leitura

Depois de dizer em diversas entrevistas ter sido vítima de abuso doméstico, Evan Rachel Wood revelou no Instagram o nome do abusador: Marilyn Manson. A atriz de "Westworld" ficou noiva do cantor em 2010 e terminou a relação um ano depois.

“O nome do meu agressor é Brian Warner, também conhecido mundialmente como Marilyn Manson. Ele começou a seduzir quando eu era adolescente e abusou terrivelmente de mim durante anos. Fui submetida a uma lavagem cerebral e manipulada até a submissão. Cansei de viver com medo de retaliação, calúnia ou chantagem. Estou aqui para expor este homem perigoso e convocar as muitas indústrias que o capacitaram, antes que ele arruíne mais vidas. Eu fico com as muitas vítimas que não ficarão mais em silêncio."

A primeira vez que Rachel falou sobre ter sido vítima de abusos, segundo a revista "Variety", foi em 2016. Desde então, ela tem se engajado na luta pelo endurecimento de leis contra assédios.

Em fevereiro de 2018, a atriz foi uma das três mulheres que testemunharam perante o Congresso sobre experiência com agressão sexual na tentativa de expandir a Declaração de Direitos dos Sobreviventes de Violência Sexual para além do nível federal e em todos os 50 estados.

“Eu pensei que era o único ser humano que experimentou isso e carreguei muita culpa e confusão sobre minha resposta ao abuso”, disse na época, antes de entrar em detalhes sobre a tortura que ela suportou. “Aceitei minha impotência e, de alguma forma, senti que merecia isso.”