Evangélicos montam centro de apoio a romeiros católicos que peregrinam até Aparecida

Todo ano é a mesma coisa: milhares de fiéis chegam em Aparecida (SP) através de romarias que lotam a rodovia Presidente Dutra. Mas em 2016 um detalhe fez diferença no trecho de Taubaté (SP) da estrada.

Membros da Igreja Adventista estão, desde segunda-feira (10), com um centro de apoio montado para esses peregrinos. No local estão sendo oferecidos atendimento físico com massagem e alongamento, exames de pressão e glicemia e também lanches e água.

Em entrevista ao portal G1, Luis Sena, um dos organizadores da ação, afirmou que o objetivo é deixar de lado as diferenças religiosas. Além disso, a presença de um posto de atendimento completo possibilita que mais pessoas consigam terminar suas peregrinações.

“Nós realizamos essa parceria com a igreja católica por um motivo apenas, o amor ao próximo. Independente de placa de igreja, de credo, nós queremos ajudar o romeiro a chegar ao seu destino com saúde”, afirmou Sena ao G1.

A romaria para Aparecida é um dos movimentos religiosos mais tradicionais do Brasil. Fiéis do país inteiro se direcionam até o interior paulista, onde está a imagem da santa padroeira. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) pede para que os peregrinos andes sempre no acostamento, em fila indiana e no sentido contrário ao fluxo de veículos.