Eventual capitalização da Oi ajuda se amortizar dívidas ou garantir investimentos, diz fonte do governo

BRASÍLIA (Reuters) - Uma capitalização da operadora Oi, em recuperação judicial, seria bem vista pelo governo federal se o dinheiro fosse usado para amortizar dívidas ou melhorar os investimentos, disse à Reuters uma fonte do governo a par do assunto.

Em entrevista ao jornal Valor publicada nesta sexta-feira, o presidente da Oi, Marco Schroeder, disse que a empresa está considerando uma capitalização que, segundo o jornal, poderia chegar a algo entre 2 bilhões e 3 bilhões de dólares.

Segundo a fonte, estão ocorrendo negociações no governo a sobre a Medida Provisória para dar mais segurança jurídica a uma eventual intervenção na Oi.

No atual estágio das conversas, está sendo buscado um acordo com a equipe econõmica e com a Advocacia Geral da União (AGU) para que a MP permita a conversão de multas em investimentos.

A MP deve ainda regular o processo de intervenção em empresas que recuperação judicial e autorizar intervenção em serviços praticados nos regimes de autorização e permissão.

Pelas regras atuais, intervenções só podem se dar nos serviços operados no regime de concessão.

(Reportagem de Leonardo Goy)