Evergrande perde prazo e não paga dívida pela segunda vez

·2 minuto de leitura
Bandeiras da China à frente de prédio da Evergrande
Gigante chinesa tem mais de US$ 305 bilhões (R$ 1,6 trilhão) em dívidas acumuladas
(REUTERS/Aly Song)
  • Evergrande perdeu, pela segunda vez em uma semana, prazo para quitar dívida

  • Valor de R$ 259 milhões (na conversão do dólar) deveria ter sido pago ontem, 29

  • Empresa preocupa economia mundial devido à chance de calote 

A Evergrande perdeu o prazo para pagar uma dívida que venceu nesta quarta-feira, 29. Apesar de ter acertado pagamento parcial com alguns investidores hoje, 30, esta é a segunda vez em uma semana que a gigante imobiliária chinesa deixa de honrar com suas obrigações.

A quantia que deveria ter sido paga ontem era de US$ 47,5 milhões (R$ 259 milhões), correspondente aos juros de uma outra dívida de US$ 83,5 milhões (R$ 455 milhões) que deveria ter sido acertada na última quinta-feira (23).

Caso as duas parcelas não sejam pagas até dia 23 de outubro, a empresa poderá colocar seus títulos em default, o que implica em calote ou renegociação.

Leia também:

O colapso da empresa tem preocupado a economia mundial. São mais de US$ 305 bilhões (R$ 1,6 trilhão) em dívidas acumuladas e equivalem a 2% do PIB (Produto Interno Bruto) da China.

Presidente da Evergrande pede esforços para honrar obrigações

Na quinta-feira passada, 23, a imprensa oficial divulgou que Hui Ka Yan (também chamado de Xu Jiayin) pediu ao grupo que "faça o que puder" para cumprir suas obrigações. O presidente e fundador da Evergrande reuniu seus funcionários um dia antes para "que dediquem toda sua energia à retomada do trabalho e da produção e à entrega de bens imóveis".

Aos 62 anos, o magnata foi classificado em março deste ano como o 53º homem mais rico do mundo, possuindo nada menos que R$ 148 bilhões.

Depois que as ações da empresa despencaram mais de 80%, a Forbes estima que o Hui tenha reduzido sua fortuna para cerca de R$ 59 bilhões. Já a Bloomberg calcula o patrimônio em R$ 40 bilhões.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos