Como surgiu e o que é o horário de verão?

·3 min de leitura
Bolsonaro afirma que não haverá horário de verão em 2019
Bolsonaro afirma que não haverá horário de verão em 2019
  • O nome “horário de verão” vem do fato de que a prática é adotada no período de vigência do verão;

  • O objetivo era aproveitar a luz natural da melhor forma em relação à luz artificial;

  • Estudos da Operador Nacional do Sistema Elétrico afirmam que o horário de verão não garante mais economia de energia no Brasil.

O presidente Jair Bolsonaro anunciou em decreto no dia 25 de abril de 2019 que chegava ao fim o horário de verão no Brasil. Segundo Bolsonaro, o fim do horário diferenciado iria favorecer o relógio biológico, aumentando assim a produtividade do trabalhador. Após dois anos sem a medida, o Brasil se pergunta se vai haver ou não horário de verão no final deste ano, 2021, que perduraria até o começo do ano que vem, 2022.

O tema sempre divide opiniões, mas afinal, faz sentido ter horário de verão no Brasil? Vamos entender.

O que é horário de verão? Quando foi instituído e por quê?

O horário de verão corresponde ao aproveitamento máximo de luz solar com o intuito de economizar o consumo de energia elétrica e minimizar a sobrecarga durante alguns picos diários de consumo de luz. Essa medida é adotada em diversos países. O nome “horário de verão” vem do fato de que a prática é normalmente adotada no período de vigência do verão.

A ideia foi criada pelo político e cientista norte-americano, Benjamim Franklin, no ano de 1784, e foi adotada pela primeira vez no Brasil em 1931 pelo Governo Vargas, que buscava uma maior economia nos tempos de crise mundial.

Como essa medida pode economizar energia?

O objetivo essencial do horário de verão era aproveitar a luz natural da melhor forma em relação à luz artificial.

Existe algum cálculo que exemplifique essa economia de energia?

A empresa brasileira MegaWhat, especializada em energia elétrica, fez uma estimativa de cálculo e descobriu que a economia de energia com o adiantamento de uma hora no relógio é de 0,5% equivalente a uma redução de 949mil megawatt-hora (MWh) em quatro meses. Mesmo não sendo o grande responsável pela crise, o estudo aponta que o horário de verão ajuda a poupar dinheiro. Segundo o estudo, a economia com a aplicação do horário de verão chegaria a R$609 milhões na adoção de 2021 para 2022.

Já os estudos da NOS (Operador Nacional do Sistema Elétrico), afirmam que o horário de verão não garante mais economia de energia no Brasil. A entidade explica que houve uma mudança no horário de pico de consumo de energia, que passou do fim da tarde para o começo da tarde, quando há um aumento de uso de aparelhos de ar-condicionado, fazendo com que o cálculo de economia do horário de verão não se faça mais necessário.

Por que o presidente Jair Bolsonaro deu fim ao horário de verão? Quais os argumentos?

Na cerimônia em que anunciou o fim do horário de verão no ano de 2019, o presidente informou que a área técnica do Ministério de Minas e Energia (MME), órgão responsável que dá a última palavra sobre o horário de verão, afirmou que o adiantamento anual dos relógios em uma hora “perdeu razão de ser aplicado sob o ponto de vista do setor elétrico”.

Bolsonaro também argumenta que pesquisas feitas com brasileiros apontam que mais da metade da população pedia pelo fim do horário de verão.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos