Quais são as regras do basquete?

Redação Esportes
·2 minuto de leitura
Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

Os Jogos Olímpicos de 2020 foram cancelados por causa da pandemia global da Covid-19 e transferidos para 23 de julho de 2021, em Tóquio, no Japão. Então, não perca tempo, pois ainda dá tempo de ficar por dentro de quais as regras do basquete nas Olimpíadas e como funciona o torneio de basquete nas Olimpíadas.

Quais as regras do basquete nas Olimpíadas?

O Basquete apareceu nas Olimpíadas de Saint Louis, em 1904, nos Estados Unidos, mas apenas como esporte de exibição. Foi apenas na Alemanha, em 1936, que o esporte passou a valer medalhas, nos Jogos de Berlim.

Atualmente, as regras do basquete olímpico colocam dois times, de cinco jogadores cada, em uma quadra de 25 por 15 metros, disputando a bola e o maior número de cestas durante o jogo. Os arremessos de fora da área valem três pontos. De dentro da área, dois. E cestas feitas a partir de lances livres por faltas ou infrações valem um ponto. Cada time tem 24 segundos de posse de bola, que precisa ser quicada o tempo todo no chão. Ao todo sete jogadores podem ficar no banco de reservas, sendo que as substituições podem ocorrer durante toda a partida.

Como funciona o torneio de basquete nas Olimpíadas?

O torneio olímpico reúne doze equipes, divididas em dois grupos de seis times, que disputam a melhor classificação jogando entre si. Os quatro melhores de cada grupo avançam para a fase eliminatória. As quartas de finais colocam o primeiro do grupo 1 contra o quarto do grupo 2, bem como o segundo do grupo 1 contra o terceiro do grupo 2 e vice-versa. Os ganhadores disputam as semifinais, de onde saem os dois times, que disputarão a medalha de ouro. Os perdedores das semifinais disputam a medalha de bronze.