Quais as regras do judô paralímpico? Quem está na equipe brasileira?

Redação Esportes
RIO DE JANEIRO, BRAZIL - SEPTEMBER 10: Sliver medalist Wilians Silva de Arajuo of Brazil celebrates on the podium at the medal ceremony for the Men +100kg Judo during day 3 of the Rio 2016 Paralympic Games at the Carioca Arena 3 on September 10, 2016 in Rio de Janeiro, Brazil.  (Photo by Bruna Prado/Getty Images)
Wilians Silva de Araújo comemora com a medalha de prata conquistada na Rio-2016 (Bruna Prado/Getty Images)

Por causa da pandemia global da Covid-19, os Jogos Olímpicos, que deveriam acontecer no ano passado, foram transferidos para este ano. As Paralimpíadas estão programadas para 24 de agosto de 2021, em Tóquio, no Japão. Então, ainda dá tempo de ficar por dentro de todos os esportes. Chegou a hora de cair no tatame! Quais as regras do judô paralímpico? Quem está na equipe brasileira de judô paralímpico?

Quais as regras do judô paralímpico?

As regras do judô paralímpico são bastante semelhantes às regras do judô olímpico. O objetivo do competidor é dominar ou derrubar o adversário no chão. Se for derrubado de costas, a luta é encerrada. No entanto, de acordo com o Comitê Paralímpico Brasileiro, a disputa é realizada entre atletas com deficiência visual, denominadas com a letra B, de blind - cego em inglês: B1, B2 e B3. E nos Jogos Paralímpicos, atletas de diferentes classes podem competir juntos.

A luta tem até cinco minutos de duração, com pequenas alterações: o atleta inicia a luta já em contato com o quimono do oponente. Além disso, a luta é interrompida quando os lutadores perdem esse contato.

Assim como na disputa olímpica, as categorias por peso são as mesmas. Masculino: 60kg, 66kg, 73kg, 81kg, 90kg, 100kg e acima de 100kg. Feminino: 48kg, 52kg, 57kg, 63kg, 70kg, 78kg e acima de 78kg.

Quem está na equipe brasileira de judô paralímpico?

A última convocação para a seleção brasileira de judô paralímpico aconteceu em fevereiro de 2020. Os atletas convocados foram:

Thiego Marques Da Silva (-60 kg): AEPA-PA
Luan Simões Pimentel (-73 kg): ISMAC-MS
Harlley Damião Pereira Arruda (-81 kg): CESEC-SP
Arthur Cavalcante Da Silva (-90 kg): ADEVIRN-RN
Antônio Tenório Da Silva (-100 kg: CESEC-SP
Wilians Silva De Araújo (+100 kg): CEIBC-RJ

Giulia Dos Santos Pereira (-48 kg): CESEC-SP
Karla Ferreira Cardoso (-52 kg): CEIBC-RJ
Maria Núbea Dos Santos Lins (-52 kg): REAÇÃO-RJ
Lúcia Da Silva Teixeira Araújo (-57 kg): CESEC-SP
Alana Martins Maldonado ( -70 kg): AMEI-SP
Meg Rodrigues Vitorino Emmerich (+70 kg): IRM-PR
Rebeca De Souza Silva (+70 kg): AMEI-SP