Quanto tempo um presidente fica no cargo no Brasil?

·4 min de leitura
Faixa concedida ao presidente da República no dia da posse (Agência Brasil)
Faixa concedida ao presidente da República no dia da posse (Agência Brasil)

Em ano de eleições presidenciais no Brasil, é importante ter todas as informações sobre quem você está votando para o cargo mais importante da política nacional. Uma dúvida que aparece para muitas pessoas durante o período de votação é quanto tempo um presidente da República permanece no cargo. Além do presidente, serão eleitos governadores, senadores, deputados estaduais e deputados federais. Esse artigo traz todas as informações para você ficar por dentro durante o período das eleições.

Quanto tempo um presidente fica no cargo no Brasil?

O mandato do presidente da República é de quatro anos e terá início em primeiro de janeiro do ano seguinte ao da sua eleição. Após cumprir o primeiro mandato, ele pode tentar se reeleger para presidir o país por mais quatro anos, mas esse é o limite que o presidente pode permanecer no poder – oito anos no total.

Qual a função do presidente da República no Brasil?

O presidente da República exerce a função de chefe do poder Executivo e de chefe do Estado (autoridade máxima) de forma simultânea em uma nação cujo sistema de governo é denominado presidencialismo.

Como chefe do poder Executivo, o presidente é responsável pelas ações e decisões cotidianas da política brasileira. Por exemplo: como criar políticas públicas e programas governamentais, como gerir a administração federal, sugerir novas leis, dentre outras atividades. Já como chefe de Estado, o presidente é o representante máximo do país que o elegeu perante o mundo. É ele quem recebe e lida com as autoridades estrangeiras, e cabe também ao presidente boa parte da representação diplomática do país no exterior, como podemos acompanhar por exemplo todos os anos nos discursos de abertura da Assembleia Geral das Nações Unidas, onde cada presidente se pronuncia representando sua pátria.

O presidente também é responsável por atitudes e escolhas essenciais dentro do sistema político, como pensar e executar políticas públicas, escolher novos ministros, vetar ou sancionar projetos de lei aprovados pelo Legislativo.

Por fim, é ele quem nomeia os comandantes da Aeronáutica, Exército e Marinha; os ministros do Supremo Tribunal Federal e dos tribunais superiores, o procurador-geral da República, o presidente e diretores do Banco Central (após aprovação do Senado Federal), além dos ministros do Tribunal de Contas da União e o advogado-geral da União.

Para se candidatar ao cargo de presidente, a Constituição determina algumas exigências, como ser brasileiro nato, ter a idade mínima de 35 anos completos antes do pleito, ter o pleno exercício de seus direitos políticos, ser eleitos e ter domicílio eleitoral no Brasil.

Como é eleito o presidente da República no Brasil?

O presidente brasileiro é eleito pelo sistema majoritário. Vale ressaltar que a maioria a ser alcançada pelo candidato deve ser absoluta – correspondente a no mínimo mais de 50% dos votos válidos.

Quando nenhum candidato da eleição presidencial atinge a marca, caso frequente no Brasil, é preciso ser disputado o segundo turno, onde os dois candidatos mais votados se enfrentam e vence quem conseguir mais votos.

Um detalhe importante: votos brancos e nulos não são considerados válidos e não contam no resultado final. Mesmo que a maior parte da população decida não votar em nenhum candidato, o que será computado são os votos válidos (aqueles que foram destinados a algum candidato).

Quem já foi presidente do Brasil?

  • Marechal Deodoro da Fonseca (1889-1891)

  • Marechal Floriano Peixoto (1891-1894)

  • Prudente de Moraes (1894-1898)

  • Manuel Ferraz de Campos Salles (1898-1902)

  • Rodrigues Alves (1902-1906)

  • Afonso Augusto Moreira Pena (1906-1909)

  • Nilo Procópio Peçanha(1909-1910)

  • Marechal Hermes da Fonseca (1910-1914)

  • Wenceslau Braz (1914-1918)

  • Delfim Moreira da Costa Ribeiro (1918-1919)

  • Epitácio Pessoa (1919-1922)

  • Arthur Bernardes (1922-1926)

  • Washington Luís (1926-1930)

  • Getúlio Vargas (1930- 1945)

  • José Linhares (1945-1946)

  • Eurico Gaspar Dutra (1946-1951)

  • Getúlio Vargas (1951-1954)

  • João Fernandes Café Filho (1954 – 1955)

  • Carlos Luz (1955)

  • Nereu Ramos (1955-1956)

  • Juscelino Kubitschek (1955 – 1961)

  • Jânio quadros (1961)

  • Ranieri Mazzilli (1961 e 1964)

  • João Goulart (1961 – 1964)

  • Castello Branco (1964-1967)

  • Costa e Silva (1967 -1969)

  • Junta Governativa Provisória (1969)

  • Emílio Garrastazu Médici (1969 -1974)

  • Ernesto Geisel (1974-1979)

  • João Baptista Figueiredo (1979-1985)

  • José Sarney (1985-1990)

  • Fernando Collor de Melo (1990-1992)

  • Itamar Franco (1992-1995)

  • Fernando Henrique Cardoso (1995- 2003)

  • Luís Inácio Lula da Silva (2003-2011)

  • Dilma Rousseff (2011-2016)

  • Michel Elias Temer (2016 – 2018)

  • Jair Messias Bolsonaro (2019)

Qual a data das eleições 2022?

O primeiro turno das eleições será realizado no dia 2 de outubro, um domingo. Já o segundo turno – caso necessário – será disputado no dia 30 de outubro, também um domingo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos