Evo Morales voltará a Cuba para cirurgia na garganta

Evo Morales concede entrevista em La Paz 13/3/2017 REUTERS/David Mercado

LA PAZ (Reuters) - O presidente da Bolívia, Evo Morales, disse nesta terça-feira que está voltando a Cuba para retirar um pequeno nódulo de suas cordas vocais, a segunda viagem do líder socialista à nação comunista neste mês para um tratamento médico.

"Amanhã à noite irei viajar com urgência. Não sinto dor, é uma rouquidão", explicou Morales, de 57 anos, a um grupo de plantadores de coca na capital boliviana, La Paz. "Sinto que está ficando pior a cada dia, e é melhor fazer essa pequena cirurgia rapidamente."

Morales, que comanda o país andino há 11 anos, foi se tratar em Cuba no início de março depois de ser obrigado a cancelar eventos públicos devido a uma irritação grave na garganta.

Inicialmente ele planejou viajar à ilha em abril para se submeter a uma operação pequena na garganta, que deve levar de 15 a 20 minutos, relatou a mídia cubana durante sua primeira visita deste mês.

Morales conquistou um terceiro mandato presidencial em 2014, mas a constituição o impede de concorrer uma quarta vez. No ano passado ele disse que pode buscar uma maneira de voltar a se candidatar, embora tenha perdido um referendo sobre o tema.

(Por Daniel Ramos)