Coreia do Norte confirma visita de Kim Jong-un à China

(Atualiza com convite de Kim a Xi para visitar a Coreia do Norte e outros detalhes).

Seul, 28 mar (EFE).- A imprensa da Coreia do Norte confirmou nesta quarta-feira que o líder supremo do país, Kim Jong-un, visitou a China com a esposa, naquela que foi sua primeira viagem ao exterior no cargo e em pleno processo de melhora nas relações com a Coreia do Sul.

Os rumores sobre a visita de Kim a Pequim começaram na noite de segunda-feira, quando o trem blindado do regime norte-coreano foi visto na estação da capital chinesa, cujas autoridades elevaram de forma significativa as medidas de segurança.

Segundo a agência estatal norte-coreana de notícias "KCNA", Kim chegou à China no domingo acompanhado pela esposa, Ri sol-ju, e o número dois do regime, Choe Ryong-hae, a convite do presidente do país, Xi Jinping, com quem se reuniu.

No encontro, Kim convidou Xi para visitar a Coreia do Norte quando julgar conveniente e "o convite foi aceito de bom grado", segundo a "KCNA".

"Kim Jong Un expressou sua alegria em realizar sua primeira reunião com Xi Jinping. Ressaltou a necessidade de se reunir frequentemente com os colegas chineses, incluindo Xi Jinping, para aprofundar ainda mais a relação de amizade e fortalecer a comunicação estratégica e a cooperação tática", explica o texto da agência estatal.

Durante a visita, tanto Pequim como Pyongyang não informaram sobre a presença do líder norte-coreano na capital chinesa.

O governo sul-coreano, que até não agora não tinha se pronunciado sobre os rumores da viagem surpresa de Kim, também confirmou hoje a visita através de um porta-voz do escritório presidencial.

Esta viagem de Kim, a primeira que ele fez ao exterior desde que sucedeu no poder seu pai, Kim Jong-il, em 2011, ocorreu em meio às negociações diplomáticas sobre os encontros que terá em abril e maio com os presidentes de Coreia do Sul e Estados Unidos, respectivamente, para debater o possível desmantelamento do programa nuclear norte-coreano. EFE