Exército francês anuncia ter matado cerca de 30 jihadistas no Mali

·1 minuto de leitura
Soldados e helicópteros franceses no Mali em março de 2019
Soldados e helicópteros franceses no Mali em março de 2019

O exército francês anunciou na noite desta sexta-feira (13) que matou cerca de 30 jihadistas em uma operação realizada na quinta-feira em Niaki, a cerca de 180 quilômetros da cidade de Mopti, no centro de Mali.

"Cerca de trinta membros do GAT (grupo terrorista armado) (...) foram neutralizados" em uma intervenção das forças da operação Barkhane, realizada com helicópteros e com o apoio de caças aéreos, disse à AFP o porta-voz do Estado-Maior Francês, Coronel Frédéric Barbry.

Os jihadistas foram atacados "com bombardeios aéreos de [caças] Mirage 2000, disparos de helicópteros Tigre e comandos de montanha".

A França já havia anunciado na manhã de sexta-feira a "neutralização" no Mali de Bah Ag Moussa, um importante líder operacional jihadista ligado à Al-Qaeda.

Depois de localizar um acampamento suspeito perto de Niaki, quatro Mirage 2000s partiram da base de Niamey, além de quatro helicópteros Tigre e três helicópteros Cayman que transportavam tropas, disse o Estado-Maior em comunicado.

Depois dos primeiros bombardeios contra o acampamento dos jihadistas, "começaram os combates terrestres que duraram uma hora", explicou Barbry.

vl/blb/eb/rsr/am