Parlamento venezuelano acusa Nicolás Maduro de dar um "golpe de Estado"

Caracas, 30 mar (EFE).- A Assembleia Nacional da Venezuela (AN, parlamento), controlada pela oposição, acusou nesta quinta-feira o presidente Nicolás Maduro de ter dado um "golpe de Estado", depois que a Suprema Corte decidiu assumir as competências do Legislativo.

"É um golpe de Estado, e quero que o mundo nos ajude e os veículos de imprensa nos ajudem a dizer com todas suas letras: Nicolás Maduro deu um golpe de Estado na Venezuela", disse o presidente da AN, o opositor Julio Borges, em entrevista coletiva desde o Palacio Legislativo.

Além disso, anunciou que, "frente a esse golpe de Estado", a câmara desconhece o máximo tribunal do país porque, afirmou, seus magistrados foram escolhidos "para governar fora da Constituição". EFE

jqm/ff

(foto) (vídeo)