Ex-amante cria perfil fake, assalta e mata atual amante de mulher casada em SP

·2 minuto de leitura
Suspeito foi preso e confessou ter matado o jardineiro - Foto: Reprodução
Suspeito foi preso e confessou ter matado o jardineiro - Foto: Reprodução
  • Homem foi preso e confessou ter matado um jardineiro, que estava se relacionando com sua ex-amante

  • O rapaz chegou a assaltar a vítima e levar seu celular para confirmar o namoro entre eles

  • O suspeito foi à casa do jardineiro e atirou contra o rapaz, que não resistiu

Um homem foi preso na cidade de Registro, interior de São Paulo, por assassinar um jardineiro no início do mês. O motivo do crime foi ciúme. As informações são do G1.

O criminoso é ex-amante de uma mulher casada que, nos últimos meses, vinha se relacionando com a vítima. Após ser detido, o rapaz confessou o assassinato e a motivação.

Leia também:

No dia 2 de setembro, o jardineiro saía de sua residência por volta das 7h20, na Rua Vinte e Dois, quando foi atingido pelos disparos do suspeito. Ele não resistiu e morreu no local.

Policiais da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) identificaram o assassino e o prenderam próximo à sua casa. Ele ainda tentou fugir e chegou a invadir terrenos vizinhos, mas foi alcançado e detido.

Criminoso já havia assaltado vítima

O delegado Marcelo Freitas, responsável pelo caso, explicou que o criminoso já havia sido responsável por assaltar a vítima no mês passado. Ele criou um perfil fake em uma rede social, como nome “Jéssica”, e deu início a um relacionamento virtual com o jardineiro.

Polícia apreendeu arma e celulares na casa do suspeito - Foto: Divulgação/Polícia Civil
Polícia apreendeu arma e celulares na casa do suspeito - Foto: Divulgação/Polícia Civil

O ex-amante, então, marcou um encontro com o homem. Sabedor do local onde ele estaria, o criminoso o assaltou, levando seu celular. A ideia era checar as mensagens e confirmar se a vítima estava, de fato, tendo um caso com a mulher casada.

Após constatar o relacionamento entre eles, o suspeito passou a enviar mensagens ameaçadoras ao filho do jardineiro, até finalmente assassiná-lo.

Agora, o criminoso responderá pelos crimes de homicídio duplamente qualificado, praticado por motivo fútil e por meio de recurso que impossibilitou a defesa da vítima, além de violação de domicílio, por invadir a casa dos vizinhos no momento da tentativa de fuga.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos