Ex-assessor de Carlos Bolsonaro é nomeado diretor-executivo da Funarte

Jan Niklas
O vereador Carlos Bolsonaro na Câmara de Vereadores do Rio

RIO — Um ex-assessor do vereador Carlos Bolsonaro foi nomeado para a diretoria executiva da Funarte pelo ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio. Luciano da Silva Barbosa Querido já havia sido indicado para um cargo comissionado do órgão no início de abril. A nova portaria que promoveu Querido para a diretoria do órgão foi publicada nesta terça-feira no Diário Oficial da União, junto com a recondução de Dante Mantovani para a presidência do órgão.

Segundo seu currículo publicado numa rede social, ele atuou entre 2002 e 2017 no gabinete do filho do presidente Jair Bolsoanro, na câmara de vereadores do Rio de Janeiro. Sua funççao era cuidar de “toda a parte de informática, como designer gráfico, web designer e banco de dados e mídias sociais” do gabinete.

Antes de ser alçado para a diretoria da Funarte, ele havia sido noemado para cargo comissionado de diretor do Centro de Programas Integrados da entidade.