Ex-assessor de Trump comemora adesões a rede social após depoimento à PF

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Criador da rede social conservadora Gettr, Jason Miller comemorou a grande adesão de “brasileiros patrióticos” à plataforma, após seu depoimento à Polícia Federal no inquérito das milícias digitais, no dia 7 de setembro.

Foram 30 mil apenas no dia seguinte ao depoimento, segundo ele, que foi assessor do ex-presidente dos EUA Donald Trump.

Destes, escreveu Miller em sua rede, 7.500 se inscreveram durante entrevista que deu à rádio Jovem Pan, que teve uma hora de duração.

Miller veio ao Brasil no último final de semana para participar da Cpac, conferência conservadora realizada em Brasília, cujo principal responsável foi o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP). A Gettr, surgida há cerca de três meses, foi a principal patrocinadora do evento.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos