Ex-BBB Marcos Harter processa Luana Piovani por causa de referência a ele como 'abusivo' em post

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O médico e ex-BBB Marcos Harter entrou com um processo de indenização por danos morais no valor de R$ 50 mil contra Luana Piovani devido a uma postagem dela feita em rede social na última sexta-feira. A ação foi ajuizada no Tribunal de Justiça de São Paulo nesta terça-feira, com um prazo de 15 dias úteis para a atriz apresentar sua contestação.

Caso a resposta não seja enviada, "implicará revelia e presunção de veracidade da matéria fática apresentada na petição inicial", diz o documento.

A referida postagem, feita nos Stories do Instagram, mostrava uma montagem de fotos de personalidades, incluindo uma do médico, com uma referência a comportamento "abusivo". Os outros homens que aparecem são os cantores Biel e Rafael Ilha, os atores Dado Dolabella e Arthur Aguiar, e o influencer Lucas Viana.

"Recebi, nao conhecia todos mas depois da explicaçao, entendi. Tudo abusivo e o Brasil? AAAAMAAAAA (sic)", diz o texto por cima da imagem, que faz alusão à capa do álbum "Versions of me", de Anitta.

O advogado de Harter, Jonathan Portela, explica no documento que o post de Luana Piovani "reverberou nacionalmente através dos mais diversos meios de comunicação", como uma "consequência clara" da influência "maciça e robusta" dela nas redes sociais. Só no Instagram, Piovani soma 4,6 milhões de seguidores. Dessa forma, ele pede que a atriz publique uma retratação sobre o caso.

"O poder de influência da Requerida fez com que a agressão de sua autoria repercutisse de forma imensurável por toda imprensa nacional", registrou.

"A conduta ilícita compreende ataque, imputação de crime e ofensa dirigidas nominalmente ao Requerente, sem qualquer base, fundamento legal ou justificativa, com a única e exclusiva intenção de lesar e dar ao Requerente a alcunha de ABUSADOR. Ou seja, a conduta ilícita da Requerida está mais do que comprovada e publicamente documentada, não havendo necessidade de qualquer outra diligência probatória para se verificar que ela ofendeu nominalmente o Requerente, qualificando-o, sem qualquer ressalva, COMO UMA PESSOA ABUSIVA. Diante da situação apresentada, o Requerente não encontrou outra alternativa senão resguardar-se por meio da proposição da presente demanda, visando preservar sua imagem e sua honra perante o Poder Judiciário".

Harter foi alvo de polêmica em 2017, ao ser expulso do "Big Brother Brasil" depois que foram ao ar brigas dele com Emilly, com quem mantinha um relacionamento dentro do programa, que não permite agressão física e, por isso, o eliminou. À época, ele pediu desculpas à participante do reality.

No mesmo dia do post de Luana Piovani, Rafael Ilha usou seu perfil no Instagram para rebater a atriz e informar que também a processaria.

"Segunda feira , eu @rafaelilha_profissional , junto com meu advogado @willianamanajas, estaremos ingressando com um processo contra a sra Luana Piovani @luapio, por sua postagem em seu story no dia 22/04/2022, em que afirma que sou um abusador de mulheres que o Brasil ama, com minha foto , junto a outros. Mexeu Com o Cara Errado, Que Estava Quieto Em Sua Casa, Com Sua Esposa e Filhos… Agora, Receba (sic)", escreveu na publicação.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos