Ex-‘BBB’ Marcos Harter responde mulheres com ofensas racistas e gordofóbicas; veja

Marcos Harter é médico (Foto: Globo/Artur Meninea)
Marcos Harter é médico (Foto: Globo/Artur Meninea)

Resumo da Notícia:

  • Marcos Harter foi expluso do 'BBB 17' e entrou em polêmicas na vida pública

  • Médico, ele atua como cirurgião plástico em várias cidades do Brasil

  • Pessoas ouvidas por Yahoo exibiram o que acreditam não ser o comportamento de um médico

O médico e ex-‘BBB’ Marcos Harter tem respondido desrespeitosamente algumas seguidoras no Instagram. Uma série de mulheres expuseram ao Yahoo, e nas redes sociais, como ele se pronuncia ao ser questionado por atos que dizem respeito à sua profissão ou a posicionamentos outros.

O médico está promovendo em suas redes sociais um programa de emagrecimento que promete a eliminação de até 15kg em 40 dias com o uso de um chip emagrecedor ou um spray nasal por R$ 2.500. Ambos contêm HCG, hormônio produzido por mulheres durante a gestação e sem comprovação científica para emagrecimento.

Camila* enviou uma mensagem para questionar Marcos sobre quais evidências científicas comprovariam o uso do HCG para o programa de emagrecimento que ele está promovendo. Ele, então, respondeu com prints do que seriam estudos e uma foto de um pênis ereto. "Me senti muito mal quando vi a foto, levei um susto. Foi tão ofensivo que fiquei sem entender", avaliou.

Com Carla*, o tratamento não foi muito diferente. Ele enviou o que seria o mesmo estudo em resposta ao questionamento dela sobre a comprovação científica do uso do hormônio para emagrecer e completou: “Continue gorda então (risos)”. Ela pontuou que não seria uma pessoa gorda, já que está em tratamento, e ele continuou: ‘Bom dia gorda. A foto é de uma gorda”.

A enfermeira Raissa Viana de Oliveira foi chamada de "horrível", "gorda", "cheia dos recalque", "pobre" e "negra" como insulto após responder com um emoji o posicionamento político dele. “Fui ofendida e ridicularizada por um cara que é médico e lida com a autoestima de muitas mulheres todos os dias”, escreveu ao compartilhar as mensagens.

Ela continuou: “Uma pessoa pública e que tem 1 milhão de seguidores nas redes sociais, todos os dias pagando de bom moço, mas que gosta de ofender as mulheres somente por serem mulheres. Sou pobre sim, preta sim e gorda sim e carrego tudo isso com muito orgulho dentro de mim!”

Yahoo enviou uma mensagem para o número que o médico divulga em suas redes sociais o questionando sobre o tratamento, mas até a noite desta quarta-feira (15) não obteve retorno. O * sinaliza que os nomes das vítimas foram trocados.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos