Ex-capa da Playboy, 'Pâmela Pantera' é condenada a 8 anos de prisão por tráfico

·1 minuto de leitura
  • Ela foi presa em julho do ano passado durante operação policial no DF

  • Flávia deve cumprir sentença no regime semiaberto

  • Antes de ser presa, havia pelo menos dois anos que a jovem se prostituía e traficava drogas

Flávia Tamayo, conhecida como Pâmela Pantera, foi condenada a oito anos de prisão por tráfico de drogas e associação para o tráfico. Ela foi presa em julho do ano passado, durante uma operação da Polícia Civil do Distrito Federal que mirava um grupo especializado em vender e distribuir entorpecentes para clientes de alto poder aquisitivo. 

A Justiça determinou que Flávia cumpra a pena em regime semiaberto, mas ainda cabe recurso. As informações são do "Metrópoles".

Leia também:

De acordo com investigações da 5ª DP (Área Central), antes de ser presa, havia pelo menos dois anos que a jovem se prostituía e traficava drogas num flat no Setor Hoteleiro Norte da capital federal. 

Miss Bumbum

Nascida em São Paulo, Flávia contou ser corretora de imóveis e estudante de Marketing na inscrição para o concurso que escolheria a Musa da Copa do Mundo, há dois anos. Ela era representante da seleção suíça e afirmou também que o maior sonho de sua vida era conhecer o jogador Neymar.

Na mesma época, Flávia foi eleita Miss Bumbum Distrito Federal. Por ter admitido que se submeteu a uma bioplastia com Denis César Barros Furtado, o Doutor Bumbum, a organização da prova chegou a cogitar retirar sua faixa. Ela contou ter pago R$ 40 mil pelo procedimento, mas negou que tenha aplicado o produto no bumbum. 

O médico responde a um processo pela morte de uma mulher depois uma intervenção estética em sua cobertura, no Rio de Janeiro.

Flávia também estrelou filmes pornográficos, onde ganhou o apelido de Pâmela Pantera, e participou de ensaios fotográficos para publicações masculinas no Brasil e no exterior.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos