Ex-chanceler indiana Sushma Swaraj morre aos 67 anos

A ministra de Relações Exteriores Sushma Swaraj durante Assembleia-Geral da ONU em Nova York, no dia 23 de setembro de 2017

A ex-ministra de Relações Exteriores indiana Sushma Swaraj, uma das políticas mais conhecidas do país, morreu, anunciou nesta quarta-feira (no horário local) o primeiro-ministro, Narendra Modi.

Mal de saúde, Sushma Swaraj ocupou este cargo durante cinco anos antes de ser substituída por Subrahmanyam Jaishankar em maio.

"Um capítulo glorioso da política indiana chega ao fim", escreveu Modi no Twitter.

"A Índia chora por uma personalidade notória que dedicou sua vida ao serviço público e à melhoria da vida dos mais desfavorecidos. Sushma Swaraj Ji era fonte de inspiração única", declarou.

A agência indiana PTI afirmou que Swaraj, de 67 anos, morreu na noite de terça de uma parada cardíaca. Em 2016, passou por um trasplante de rim.