Ex-Chelsea diz que Mourinho fez greve de silêncio e dava festas com Snoop Dogg

·1 minuto de leitura

Ex-Chelsea e Manchester City, o ex-meiocampista Wayne Bridge é um personagem requisitado na mídia inglesa após participar do reality show "I'm a celebrity". Nesta sexta-feira, o tabloide inglês "The Sun" publicou entrevista na qual o inglês conta sobre a vida de aposentado dos gramados, os filhos e a relação com colegas do futebol. Em um dos trechos da conversa, Bridge revelou que o técnico José Mourinho costumava dar grandes festas ao jogadores, ao mesmo passo em que cobrava muito de seu elenco.

— Ele era legal com os caras. Algumas vezes tivemos pré-temporadas nos Estados Unidos, e ele dava festas. Quando eu digo festa, quero dizer que o Snoop Dogg estava nelas, todo mundo estava — revela Bridge.

O meia trabalhou com Mourinho no Chelsea, clube em que passou seis anos da sua carreira, a partir de 2003. Segundo ele, o técnico português aplicou-lhe uma greve de silêncio após um desentendimento durante uma sessão de treinamentos.

— Ele estava no meu pé durante um treinamento. Tudo que eu fazia tinha problemas para ele, mas aguentei. Em um certo momento, virei para Mourinho e disse "qual a p... do seu problema?", e ele não disse nada. Ele nunca me respondeu. Nunca disse nada para mim, nem falou comigo depois disso — relembra.

Segundo Bridge, eles resolveram suas diferenças após algum tempo, e a greve de silêncio era uma postura incomum do técnico. O ex-jogador explica que, nesses casos, ou Mourinho espera uma reação do jogador, ou simplesmente não tem mais paciência.