Ex de Chiquinho Scarpa assume namoro com saradão após curso para 'fisgar homem rico'

·3 minuto de leitura

A fila andou para a assessora executiva Fernanda Rizzi. Ex-namorada do Conde Chiquinho Scarpa, a loira, de 39 anos, agora vive um relacionamento com o paulista Eduardo Rossi. Ela e Chiquinho ficaram juntos por sete meses e terminaram em outubro do ano passado.

Na época, Fernanda negou que tenha ficado com Chiquinho por interesse financeiro e comentou a declaração que deu no programa "Superpop", de Luciana Gimenez, em 2019, onde afirmou que teria feito um "curso para conquistar um homem rico".

"É um curso que ensina mulheres a se portarem. Em tempos de tanta vulgaridade, alguns homens procuram mulheres com determinadas posturas. Lembra antigamente de curso de bons modos? Pois bem, é isso!", explicou. "Esse curso não fiz para nenhum homem, eu fiz para mim! Queria me requintar com a minha postura, roupa, tom de voz, entre outros...", disse, na ocasião.

O relacionamento com Chiquinho não resistiu ao convívio durante a quarentena. Eles, que são vizinhos em São Paulo, ficaram boa parte do tempo juntos na mansão do empresário, o que, segundo ela, acabou desgastando a relação.

"Temos hábitos diferentes, sou do dia, gosto de acordar cedo, resolver minhas coisas e das minhas filhas, fazer atividades... E ele é o oposto. Então, chegamos em um consenso comum de que era hora de cada um seguir sua caminhada", disse Fernanda na época da separação.

Ela garante que a diferença de 30 anos de idade entre eles não atrapalhou a relação. "Ele é uma pessoa muito animada que não corresponde com a idade que tem. Não tem nada nele que desabone, mas não tem volta".

Fernanda já se declarou 'sugar baby'

Fernanda já apareceu em diversos programas de TV falando sobre o interesse em conquistar um milionário. Em 17 de novembro do ano passado, ela participou de uma matéria no "Fantástico" se declarando "sugar baby" (bebê de açúcar), expressão criada nos Estados Unidos para definir um relacionamento entre um homem mais velho com intenções financeiras.

“É, ficou moda, né? Eu sou uma sugar baby. Qual é o problema?”, disse Fernanda na entrevista. A reportagem tinha como gancho os personagens Otávio (José de Abreu) e Sabrina (Carol Garcia), na novela "A dona do pedaço", que viviam uma relação de "sugar dady (pai)" e "sugar baby".

Em setembro do ano passado, ela revelou à revista "Veja" que estava há três anos inscrita no site de relacionamentos "Meu Patrocínio", uma espécie de "Tinder" só para milionários.

“Nunca fiz sexo em troca de pagamento. Ganhei mimos, como viagens, sapatos, bolsas. Hoje meu daddy mora na França e me ajuda com um curso de francês”, afirmou ela, na ocasião.

Além disso, Fernanda também apareceu no "Superpop", de Luciana Gimenez, em junho do ano passado, para falar do tema "como conquistar homem ricos". Na ocasião, ela contou que fez um curso que ensina mulheres a conquistar milionários e disse que escolheu entre ser feliz e ter uma vida luxuosa.

"O que eu ganho dessa pessoa é muito mais prazeroso do que acordar cedo, pegar ônibus. Um dia eu decidi que não queria isso pra mim", declarou, na época.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos