Ex-coelhinha, cunhada de Xuxa venceu duas vezes o câncer e hoje cumpre promessa: 'Ajudar as pessoas'

·2 minuto de leitura

No fim dos anos 1980, quando Xuxa vivia seu auge na televisão, a cunhada da apresentadora foi parar na capa da revista "Playboy". Foi um estouro! Então casada com Blad Meneghel, irmão da Rainha dos Baixinhos, Regina Meneghel virou estrela da edição de maio de 1989, batendo recorde de vendas. Ela foi descoberta por um olheiro no condomínio onde morava com o marido, na Barra, quando já era mãe de Bladinho, hoje fotógrafo oficial da tia famosa.

"Quando falei que era cunhada, o cachê triplicou. Consegui comprar um imóvel, um carro e guardar um pouco do dinheiro também. Tenho muito orgulho da minha 'Playboy'", contou a ex-coelhinha no canal Clube da Vip, no YouTube.

Leia também: Sasha Meneghel almoça com João Figueiredo e os sogros em São Paulo após anunciar noivado; veja fotos

Regina Meneghel ainda é conhecida pela alcunha de "cunhada da Xuxa", como estava escrito, com destaque, na capa da revista. Graças à projeção conquistada com o ensaio nu, ela viraria figurinha fácil em vários programas de televisão, seria convidada para festas badaladas e chegou também a trabalhar como repórter do programa policial "Aqui agora". Hoje, aos 53 anos, depois de vencer duas vezes o câncer, Regina dedica a vida, como ela mesma diz, a ajudar pessoas:

"Fiz faculdade e pós-graduação. Agora eu ajudo as pessoas a terem saúde. É uma dívida que tenho com Deus. Em 2010, fui diagnosticada com um câncer no reto, fiz a operação, mas a doença voltou oito anos depois. Passei por todo aquele processo chato de radio e quimioterapia. Hoje estou curada. Fiz uma promessa que ajudaria as pessoas da mesma forma que fui ajudada", disse Regina, atualmente em outro casamento.

Com seu canal no YouTube, assinando com o nome artístico Regina Luz, ela encontrou uma das formas de ajudar o próximo, dando dicas de uma alimentação saudável e aplicando o que estudou sobre o assunto.

Dos tempos de cunhada da Xuxa, ficou uma forte amizade com a diretora Marlene Mattos, que a orientou, inclusive, na época de assinar o contrato com a "Playboy" — seu ensaio ainda seria reproduzido, com direito a um outro cachê, na Argentina, onde a apresentadora também é uma estrela. “Marlene é minha guru”, afirmou a ex-coelhinha.