Ex-coleguinha diz que sertanejo Guilherme usava App de 'pegação' mesmo casado: 'Pegou a torcida do Flamengo inteira'

1 / 4

WhatsApp Image 2020-05-05 at 17.12.26.jpeg

Após acusar o sertanejo Guilherme, da dupla com Santiago, de nunca ter pago pensão à filha de 3 anos que eles tiveram, a ex-coleguinha do "Caldeirão do Huck" Mary Silvestre fez uma nova revelação bombástica sobre o cantor no Instagram. Em resposta à uma seguidora, que a acusou de ter engravidado do sertanejo quando ele estava casado com a atual mulher Ana Paula, Mary revelou que Guilherme usava aplicativo de "pegação" mesmo casado e que teria ficado "com a torcida do Flamengo inteira".

"Engraçado que ela mesma não se incomodou em saber disso e nem se importava que ele tivesse perfil em aplicativo de pegação e saísse pra balada sozinho em São Paulo! Pegou a torcida do Flamengo inteira! Se meu marido agisse assim, eu nunca estaria com ele, porque tenho amor próprio", rebateu a ex-coleguinha.

"Nunca precisei de grana e nem de fama, porque eu tenho talento e consigo brilhar sem estar na aba de macho escroto e nem sou obrigada a adivinhar se eles estavam ou não juntos", finalizou.

Mary Silvestre, que foi uma das coleguinhas assistentes de palco do "Caldeirão do Huck" acusou Guilherme de nunca ter pago pensão à filha de 3 anos que eles tiveram. No Instagram, a modelo e apresentadora comentou a notícia publicado pelo EXTRA em que os fãs cobraram a dívida de pensão do sertanejo na live que ele fez no último fim de semana. 

"A gente pode tentar enganar os fãs, enganar as mulheres no Tinder, enganar a própria família, mas a Deus ninguém consegue enganar! E a justiça dele é para todos", desabafou ela.

Em resposta à uma seguidora, Mari afirmou que criou a menina sozinha e que sofreu calada por três anos. "Mas isso já passou. O caso agora é com a Justiça".
Há três anos, quando engravidou, Mary escondeu a identidade do pai de sua filha. “Ela tinha descoberto um tempo depois que ele mantinha um relacionamento com a mãe de seu filho caçula. Os dois ficaram juntos por um mês quando ela descobriu a gravidez. Ele não queria o bebê”, conta uma amiga da modelo, que hoje atua como repórter de um canal de esportes.

Procurada pelo Extra, Mary disse que o cantor "nunca pagou nada e só viu a filha uma vez quando a registrou”, limitou-se.

 

 


Ainda de acordo com um parente de Mary, na época que soube que iria ser pai, Guilherme prometeu ajudar com as compras do enxoval da menina, o que nunca aconteceu. “Na época do registro, a Mary fez as contas de quanto gastaria com a filha e chegou em algo próximo de R$ 5 mil e tentou fazer um acordo verbal. Guilherme não quis e a mandou procurar pela Justiça”.

Por meio de nota, a defesa do artista se manifestou: "A assessoria jurídica do cantor Guilherme, que faz dupla com Santiago,  declara que a Ação Judicial  que envolve Herickson Cardoso Rosa ( Guilherme) e Mary Silvestre encontra- se em segredo de justiça. Portanto qualquer informação a este respeito, irá contra previsão legal que assegura as partes envolvidas o direito ao sigilo", consta do comunicado assinado pela Dra.  Fernanda Mendes.