Ex é suspeito de matar mulher a pedradas; polícia investiga

Pixabay

A Polícia Civil investiga o motivo do assassinato de Kelly Pompeu, de 36 anos, no bairro Pacheco, em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio.

A mulher foi morta a pedradas e o principal suspeito do crime é David Valdecir Teixeira Leite, de 19 anos, ex-namorado dela. O crime ocorreu nesta quinta-feira.

Leia também

O corpo de Kelly foi encontrado em um terreno baldio a cerca de 50 metros da casa onde ela morava. O enterro será na tarde desta sexta-feira no Cemitério do Pacheco.

De acordo com informações da Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSGI), testemunhas contaram à polícia que viram o casal discutindo na manhã de quinta, momentos antes do crime. O corpo de Kelly foi achado na Rua Inocêncio Dias André por volta das 10h.

Segundo os investigadores, feminicídio é a principal hipótese para o crime. Durante uma perícia feita no local onde Kelly foi achada morta foi encontrada uma pedra de pelo menos cinco quilos ao lado do corpo.

Após o assassinato, David fugiu e se escondeu na casa dos pais, em Tribobó, também em São Gonçalo, onde foi preso. Ele está detido na DHNSGI e nos próximos dias seguirá para a Cadeia Pública José Frederico Marques, em Benfica, na Zona Norte do Rio.

Parentes de Kelly evitaram falar sobre o crime. Apenas um deles disse que “o que aconteceu foi feminicídio”.

Da AGÊNCIA O GLOBO