Ex-empregada doméstica e ativista premiada: quem é a 1ª vice-presidente negra da Colômbia

A Colômbia elegeu um presidente de esquerda pela primeira vez em sua história, Gustavo Petro. Mas a chegada de sua vice ao poder também será um marco: Francia Marquez é uma ativista ambiental de origem rural. Em um país dilacerado pela desigualdade social, ela é a primeira mulher negra a chegar à alta cúpula do governo.

Em poucos meses, ela se tornou o ícone de toda uma geração, especialmente dos afrodescendentes que representam mais de 9% da população na Colômbia. "Sou sua vice-presidente", declarou com orgulho Francia Marquez em seu primeiro discurso, na noite da vitória.

Mãe solteira aos 16 anos de idade, esta ex-empregada doméstica vem de uma pequena aldeia desfavorecida no sudoeste da Colômbia. Hoje ela carrega as esperanças daqueles que foram esquecidos pela política colombiana.

"Após 214 anos, obtivemos enfim um governo do povo, um governo do povo com mãos calejadas, um governo do povo comum, um governo daqueles que não são nada", exultou Marquez.

Aos 40 anos, Francia Marquez ainda não havia exercido nenhum cargo eletivo. Ela deve seu reconhecimento a seu ativismo ambiental e feminista, que a levou a estudar Direito na universidade.

Tentativa de assassinato

Em seu departamento de Cauca, flagelado pela violência, ela se tornou a face da luta contra a mineração ilegal, o desmatamento e a contaminação das águas por mercúrio.

A luta lhe valeu o Prêmio Goldman, apelidado de Prêmio Nobel do Meio Ambiente, mas também constantes ameaças de morte. Em 2019, ela foi alvo de uma tentativa de assassinato que fracassou.


Leia mais

Leia também:
Esquerda pode chegar pela primeira vez ao poder na Colômbia em eleição presidencial acirrada
Eleição na Colômbia inaugura um novo período político e econômico com risco de tensão social
Estratégia política? Candidato à presidência da Colômbia alega medo para não fazer campanha

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos