Ex-Flamengo e hoje no Grêmio, Rafinha ainda lamenta derrota para o Liverpool no Mundial

·1 minuto de leitura

A derrota para o Liverpool na final do Mundial de Clubes completará dois anos no dia 21 de dezembro. Apesar disso, a partida em Doha, no Qatar, segue viva na memória. O lateral-direito Rafinha, que sequer é jogador do Flamengo (atualmente está no Grêmio), ainda fala sobre o jogo e disse que o rubro-negro deveria ter tido uma "postura diferente" contra os ingleses.

– O time deles era muito bom, mas a nossa parte do meio-campo para frente, se tivesse sido mais insistente, teria tido mais chances. Os meninos foram muito bem marcados, e o Bruno Henrique foi o que se destacou um pouco mais – disse o jogador, em entrevista ao canal Duda Garbi.

– Não foram com aquela confiança de sempre. Se tivessem sido um pouco mais corajosos, tínhamos surpreendido mais. A final do Mundial só tinha "cobra criada" e os caras estudaram a gente. O Liverpool já tinha perdido para o Flamengo (1981) e para o São Paulo (2005), esse título era importante. E o Klopp (treinador) quer levar tudo – emendou.

Rafinha seguiu no Flamengo até agosto de 2020, quando se transferiu para o Olympiacos, da Grécia. Lá não foi bem, retornou ao Brasil, queria ter fechado com o Flamengo, mas a diretoria não aceitou os valores apresentados pelo atleta, que acabou acertando com o Grêmio.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos