Ex-governador de MG Eduardo Azeredo é solto

CAROLINA LINHARES
BELO HORIZONTE, MG, 08.11.2019 – EDUARDO-AZEREDO: Ex-governador Eduardo Azeredo recebe alvará de soltura e deixa o Batalhão do Corpo de Bombeiros, em Belo Horizonte, onde estava detido, nesta sexta-feira (8). (Foto: João Leus/O Tempo/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ex-governador de Minas Eduardo Azeredo deixou o batalhão do Corpo de Bombeiros, em Belo Horizonte, onde cumpria pena, por volta das 18h45 desta sexta-feira (8). Saiu num carro preto, acompanhado do filho e dos advogados, sem dar declaração à imprensa.

Primeiro nome de peso do PSDB a ser preso por escândalo de corrupção, Azeredo teve a soltura concedida após decisão do Supremo Tribunal Federal que barrou a prisão após condenação em segunda instância.

O ex-governador cumpria pena de 20 anos e um mês pelo mensalão tucano.

Cerca de um ano após ser preso, em 23 de maio de 2018, Azeredo chegou a pedir a desfiliação do PSDB, se adiantando a uma faxina ética do partido que prometia expulsar os enrolados em corrupção e que acabou não ocorrendo.

Seguindo o entendimento do STF à época, que autorizava a prisão após condenação em segunda instância, Azeredo começou a cumprir pena por peculato (desvio de recurso público) e lavagem de dinheiro depois que o Tribunal de Justiça de Minas Gerais negou seus últimos recursos na corte.

Agora ele pode aguardar em liberdade os seus recursos no STF e no STJ (Superior Tribunal de Justiça).