Ex-Grêmio e São Paulo, Maicon se aposenta aos 37 anos

Maicon estava sem clube desde que havia deixado o CRB em junho.
Maicon estava sem clube desde que havia deixado o CRB em junho. Foto: (Lucas Uebel/Getty Images)

Carioca clássico, de sotaque puxado e marra característica, Maicon, que teve passagens históricas no São Paulo e no Grêmio, anunciou nesta quarta-feira a sua aposentadoria como jogador de futebol. No dia que completa 37 anos, o jogador, que estava sem clube desde que havia deixado o CRB em junho, tornou pública a sua decisão de não mais jogar futebol profissionalmente.

O anúncio, segundo o meio-campista que foi capitão do Grêmio no último ciclo de vitórias, não poderia ter sido num dia melhor: seu aniversário: "Não podia ter escolhido data melhor. Dia muito especial para mim, amigos e família: DIA DO MEU ANIVERSÁRIO , também, dia de me despedir do futebol que esteve presente em mais da metade da minha vida. Meus agradecimentos ao Madureira, Fluminense, Bangu, Botafogo, MSV Duisburg, Figueirense, São Paulo, Grêmio e CRB. Foram nessas equipes que fiz minha trajetória dentro das quatro linhas com muitas alegrias, títulos e partidas marcantes nos mais de 600 jogos disputados. Nesses 18 anos de carreira conquistei 15 troféus, consegui ajudar com mais de 50 gols e fui lembrado pela seleção de meu país. Deixo um abraço imenso para todos os torcedores, torcedoras e fãs do meu trabalho, pois vocês foram muito importantes nessa caminhada. Em especial, quero citar minha passagem pelo Grêmio, clube que me identifiquei, clube que mais atuei, conquistei nove títulos, marquei meu nome em clássicos Gre-Nal e fui muito feliz desde minha chegada. Quero deixar um agradecimento a todos os meus amigos, familiares, torcedores, companheiros de clube, treinadores com quem trabalhei, diretores e funcionários de todas as equipes onde eu passei, vocês todos fazem parte da minha história. Não deixarei o mundo da bola, mas agora estarei fora do tapete verde que me deu muitas alegrias e títulos! Até breve!".

Leia também:

Sua carreira começou no Fluminense, tendo passagem pelos também cariocas Madureira, Bangu e Botafogo, além do Duisburg, da Alemanha, e o Figueirense. Em 2012, chegou ao São Paulo, onde atuou no Morumbi até o ano de 2015, quando trocou um tricolor por outro. De 2015 a 2021, Maicon foi líder do vestiário do Grêmio, capitaneando o Rei de Copas nas conquistas da Copa do Brasil em 2016, Copa Libertadores da América em 2017 e a Recopa Sul-Americana em 2018, além do tetracampeonato gaúcho de 2018 a 2021.

Seu último clube como jogador havia sido o CRB, de Alagoas, onde fora anunciado em fevereiro como reforço, mas após apenas oito partidas disputadas, deixou a equipe alvirrubra em junho deste ano.