Ex-loira do Tchan, Silmaria Miranda diz que estudou por dois anos para passar em concurso da Polícia Federal

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

A ex-loira do Tchan Silmara Miranda, que dançou no grupo entre 2003 e 2007, substituindo Sheila Mello, deu mais detalhes sobre sua nova profissão, a de policial rodoviária federal, cujo salário bruto inicial é de R$ 9, 8 mil. A ex-dançarina, de 39 anos, disse que ficou dois anos estudando para conseguir passar no concurso da PRF e realizar o sonho de vestir a farda.

"Se você está pensando em fazer o próximo concurso da PRF, pegue firme nos estudos. Disciplina e determinação são ingredientes mágicos para alcançar qualquer objetivo. Para quem perguntou, comecei a estudar em 2017, mas a prova foi só em 2019, então tive dois anos para me preparar. Comecei do zero, com 36 anos. O processo é mesmo muito longo e lento. Tem que ter paciência e fé de que tudo vai dar certo", disse ela num post feito no Instagram. "Próximo concurso da PRF tá logo aí! Não percam tempo. Se preparem para entrar na melhor polícia do Brasil", completa.

Silmara contou que após ser aprovada, passou por uma série de aulas, práticas e teóricas. "É cansativo, mas é maravilhoso... tão enriquecedor! Nós chegamos na UniPRF grandes e saímos gigantes. Você tem que se dedicar, mas é muito prazeroso aprender ser Polícia Rodoviária Federal. Passa rápido... e que orgulho e satisfação em poder vestir o uniforme azul no final desses 4 meses. A sensação de vitória também acho que varia conforme sua luta. E por aqui a luta foi muito grande. Muito mesmo. Por isso eu transbordo emoção e sou muito grata a Deus por poder viver esse momento".

Desde que deixou o grupo, Silmara se casou, teve uma filha, se divorciou, se formou em Jornalismo e trocou Salvador por Florianópolis.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos