Ex-marido mata mulher a marretadas, furta carro e se joga da Ponte Rio-Niterói

·1 min de leitura

RIO - Uma mulher, identificada como Bruna Araújo Carvalho, de 27 anos, foi morta a tiros e golpes de marreta pelo ex-marido, identificado como Aroldo, na manhã desta quinta-feira, dia 13, em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio. Ele teria cometido o crime por não aceitar o fim da relação e, em seguida, furtado um carro em uma oficina próxima da residência do casal, na Rua Renato Girandi, no bairro Rio do Ouro, fugido e se jogado da Ponte Rio-Niterói.

De acordo com policiais militares do 7ºBPM (São Gonçalo), uma equipe foi acionada por populares e isolou a área. Uma guarnição do quartel dos bombeiros de Itaipu também foi ao local, por volta de 10h15, mas Bruna já estava morta. Policiais da Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí foram chamados e realizaram uma perícia no local.

Segundo a assessoria de imprensa da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Aroldo cometeu suicídio na Ponte Rio-Niterói. Ele chegou a ser socorrido em estado grave para o Hospital Municipal Souza Aguiar, no Centro da cidade, mas não resistiu.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos