Ex-mulher disse que foi ameaçada de morte por Bolsonaro, diz Itamaraty

(Henrique Barreto/Futura Press)

Reportagem da Folha de S. Paulo teve acesso a documento de 2011 em que a ex-esposa do candidato à presidência do PSL, Ana Cristina Valle afirma ao Itamaraty em 2011 que foi ameaçada de morte por ele e, que por isso, ela deixou o Brasil. A acusação consta em um telegrama arquivado no órgão. Bolsonaro e Ana Cristina travaram disputa judicial pela guarda do filho do casal que na época tinha 12 anos.

“A senhora Ana Cristina Siqueira Valle disse ter deixado o Brasil há dois anos [em 2009] ‘por ter sido ameaçada de morte’ pelo pai do menor [Bolsonaro]. Aduziu ela que tal acusação poderia motivar pedido de asilo político neste país [Noruega]”, diz o telegrama.

Ana Cristina ainda afirmou que ao procurá-la na Noruega, o vice-consulado do Brasil “estava agindo em nome do deputado federal”. O telegrama foi liberado inicialmente a Folha de S.Paulo pela Lei de Acesso a Informação, mas com esses trechos cobertos por uma tarja preta. Fontes ouvidas pelo jornal e o embaixador Carlos Henrique Cardim, no entanto, confirmaram o conteúdo do telegrama.

As urnas eletrônicas brasileiras são confiáveis? Nós ajudamos a responder
Haddad defende diálogo com eleitores de Bolsonaro: “Precisamos de humildade”
O PSDB corre o risco de virar uma força auxiliar do bolsonarismo
Ibope: Bolsonaro perde votos no Sul e Haddad cresce na região

“Foi explicada a ela a legislação do Brasil, da Noruega. E aí ela mencionou para o vice-cônsul que estava pensando em pedir asilo. E que teria dito ao vice-cônsul que sofreu uma ameaça de morte do deputado Bolsonaro. E o vice-cônsul me transmitiu isso”, confirmou o ex-embaixador ao jornal.

Ex-mulher nega

Ana Cristina é ex-servidora da  Câmara Municipal de Resende (RJ). Ela ainda usa o sobrenome “Bolsonaro” e é candidata a deputada federal pelo Podemos. Procurada pelo jornal, ela disse ter superado o episódio intermediado pelo Itamarati e que apoia a candidatura do ex-marido à presidência.

Ela também gravou um vídeo divulgado na noite desta terça-feira em que elogia Bolsonaro e diz que ele é bom pai.