Ex-número 2 do Ministério da Saúde sugere que municípios podem ter inflado dados de casos de Covid

·1 minuto de leitura

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Em depoimento à CPI da Covid, nesta quarta-feira (9), o ex-secretário-executivo do Ministério da Saúde Élcio Franco sugeriu que municípios podem ter apontado indevidamente casos de infecção pelo novo coronavírus para receber repasses federais.

Franco foi questionado pelo senador Fabiano Contarato (Rede-ES) se acreditava que haveria supernotificação de casos.

"Eu não posso afirmar isso, seria leviano de minha parte, mas em um relatório do TCU, em um acórdão do TCU do ano passado, ele colocava que haveria o risco de supernotificação considerando que a lei complementar, que eu falei na abertura da minha fala, que destinava R$ 60 bilhões para estados e municípios, ela previa o repasse e um dos itens previstos nessa lei complementar era justamente a incidência de casos. Então existe sim o risco de ter havido supernotificação, mas eu não posso afirmar isso."

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos