Ex-PM e taxista são presos após morte de comerciante por dívida de R$ 20 mil

·1 minuto de leitura
Polícia prende ex-PM suspeito de matar comerciante na Baixada Fluminense (RJ)
Polícia prende ex-PM suspeito de matar comerciante na Baixada Fluminense (RJ)
  • A polícia do RJ prendeu um ex-policial militar e um taxista suspeitos de matarem um comerciante

  • O homicídio ocorreu em 5 de agosto por causa de uma dívida de R$ 20 mil

  • O crime foi solucionado com a ajuda de câmeras de segurança

A Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense prendeu um ex-policial militar e um taxista suspeitos de matarem um comerciante em Nova Iguaçu (RJ), por causa de uma dívida de R$ 20 mil.

O crime aconteceu em 5 de agosto e foi solucionado com a ajuda de câmeras de segurança, segundo informações da TV Globo.

Leia também

Segundo a polícia, o ex-PM Archimedes Amaral dos Santos chegou em um carro, desembarcou e entrou em um táxi, que o levou até uma loja.

Ele apareceu no local como se fosse um cliente. Em um determinado momento, sacou a arma e efetuou vários disparos na direção do comerciante Alexandre Cesar Barbosa, que caiu no chão. Depois, o ex-PM voltou para o táxi e foi embora.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Na última segunda-feira, a polícia conseguiu prender o taxista, André Luiz Couto de Souza. O ex-policial foi preso na casa do pai, em Nova Iguaçu. Ele vai responder por homicídio qualificado.

Segundo informações da TV Globo, ele foi expulso da Polícia Militar em 2005 por envolvimento em crime de extorsão.

A Polícia Civil informou que a motivação do crime contra o comerciante foi uma dívida de R$ 20 mil.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos