Ex-policial que matou Floyd é sentenciado a 22 anos e meio de prisão

Derek Chauvin foi condenado nesta sexta-feira a 22 anos e meio de prisão pelo assassinato do afro-americano George Floyd. O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, considerou a sentença "adequada". O advogado da família de George Floyd comemorou o que chamou de um passo "histórico".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos