Ex-policial que matou negro ao confundir arma com 'taser' é declarada culpada

A ex-policial que matou um jovem negro nos Estados Unidos, ao confundir sua arma de fogo com uma pistola de choque - 'taser' -, foi declarada culpada nesta quinta-feira de homicídio involuntário.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos