França e Alemanha condenam "ato atroz" em Estocolmo

Paris, 7 abr (EFE).- Os ministros das Relações Exteriores da França, Jean-Marc Ayrault, e da Alemanha, Sigmar Gabriel, manifestaram "indignação" pelo atentado desta sexta-feira em Estocolmo e qualificaram a ação de "ato atroz" cujas circunstâncias devem ser esclarecidas o quanto antes.

"Estamos profundamente comovidos com o fato de a Suécia ter sido vítima de um ato de terrorismo assim", afirmaram em uma declaração conjunta e na qual destacaram "o compromisso" desse país com "os direitos humanos, a paz e a justiça é absoluto".

As autoridades suecas confirmaram que o ataque com um caminhão em uma rua no centro da capital do país causou pelo menos duas mortes. EFE

ac/cdr